segunda-feira, 7 de março de 2011

Resenha: Salt

Postado por Os Resenhados às 06:06
SALT - 2010



Elenco: Angelina Jolie, Liev Schreiber, Chiwetel Ejiofor, 
Andre Braugher, Daniel Olbrychski, August Diehl, Daniel Pearce, 
Olek Krupa, Kevin O'Donnell
Direção: Phillip Noyce
Gênero: Ação/Drama
Duração: 100 min
Distribuidora: Sony Pictures


Sinopse:


Como agente da CIA, Evelyn Salt fez um juramento para com o dever, a honra e seu país. Mas sua lealdade será testada quando um dissidente a acusa de ser uma espiã russa. Salt torna-se uma fugitiva e usa suas habilidades e anos de experiência como agente infiltrada para não ser capturada. Os esforços de Salt para provar sua inocência servem apenas para levantar suspeitas sobre sua motivação, a medida que perdura a buscada verdade por trás da sua identidade e permanece a dúvida: 
Quem é Salt?


Resenha:


O filme começa até empolgante, você não entende o que está acontecendo a principio, e se assusta quando o agente russo acusa Salt de espionagem. Eu comecei a ficar preocupada e intrigada com a reação dela, ao querer de qualquer forma saber sobre o marido e mais surpresa ainda quando ela faz de tudo para fugir.


Conforme o filme passa comecei a me decepcionar, pois comparações com outros filmes e séries de espionagem não me faltaram. Por várias vezes me senti comparando Salt como uma versão mal feita de Alias (uma das minhas séries favoritas que em breve terá resenhas por aqui). Não são poucas as situações ambíguas e ilógicas que a agente é posta. Mesmo que seu objetivo fosse provar uma inocência, algo parecia estar MUITO errado. 
Um outro fator que me incomodou muito, é que o clima do filme é, pelo menos assim senti, para ser mais realista e no entanto as cenas irreais  meio "missão impossível" estavam lá! Só que sem explosões... Salt a cada minuto me parecia uma tentativa desesperada de retomar o genero de espionagem exagerada. Além das cenas de luta que muito me deixaram com saudade de Alias (sim, não consegui deixar de comparar com a série) aonde uma camera muito próxima e tremida faziam o serviço pela protagonista! Lamentável! 
Jolie não é uma artista inexperiente para cenas de ação, afinal em Tomb Raider ela fez tudo sem duble! 


E a parte final do filme me fez perguntar: "O que diabos ela continuou fazendo ali?" Vejam e talvez me entendam... A verdade é que o filme terminou e não consegui descobrir se o que ela desejava era vingança, provar a inocência, ou seguir o seu destino.


Bem, é isso! O filme diverte sim, mas não pense que é um clássico, pois deixa muitas perguntas sem resposta...


Até a próxima, 

5 comentários:

Renan Duarte on 8 de março de 2011 20:17 disse...

O filme tem um roteiro muito estranho. Como vc disse, ele acaba e a gente nao sabe o que porcaria a tal da salt queria.

anaisa on 9 de março de 2011 12:46 disse...

Sinceramente, adoro a Jolie, mas estou com um pé atrás com esse filme :(
Depois dessa resenha eu vou deixar pra assistir ele só quando não tiver opção...

Bjus.

TebhSpekman on 10 de março de 2011 04:49 disse...

Pois é Renan, eu acho que o maior pecado de todos com esse filme é esse. Depois de ter feito a resenha, vi em algum lugar que o filme a principio ia ser estrelado pelo Tom Cruise, talvez uma das falhas seja essa, pois ai acabou tendo que ser adaptado p/ uma protagonista feminina...
enfim... to tentando defender hahahaha

Valeu Renan o/

TebhSpekman on 10 de março de 2011 04:56 disse...

Anaisa, eu tbm gosto muito dela (mas confesso que de um tempo p/ cá tenho pé atrás com os trabalhos que ela escolhe).
Salt não deve ser visto como um "épico" mas como vc falou... mais perto de um filme de "cinema em casa"...

Beijos e obrigada

Jesimiel on 18 de maio de 2011 13:52 disse...

Concordo que o filme deixou muitas questões em aberto, espero que tenho continuação, ele não é um filme maravilhoso, mas conseguiu me entreter.

Postar um comentário

 

Os Resenhados - Reviews de séries, livros e mais Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Image layout and vector by Tebhata Spekman